22/07/2016

Oficinas profissionalizantes e de saúde movimentam Muqui e Mimoso do Sul

Palestras sobre prevenção do câncer, capacitação de agentes de saúde e a produção alimentos orgânicos foram temas das atividades que integraram a programação da Operação Itapemirim, nessa quinta-feira (21), em Mimoso do Sul e em Muqui. Na primeira semana do Projeto Rondon no Espírito Santo, essas foram algumas das oportunidades oferecidas para quem está em busca de um emprego ou de aperfeiçoamento do próprio negócio.


O Projeto Rondon reuniu pequenos agricultores na zona rural de Muqui. No assentamento Monte Alegre, que reúne mais de 60 famílias de agricultores, houve uma oficina de compostagem e de produção de alimentos orgânicos. O objetivo das atividades foi permitir aos participantes o desenvolvimento de habilidades e de conhecimentos que possam ser replicados.

Os cursos se tornaram uma forma de garantir uma nova renda aos moradores que passam por um momento de alto índice de desemprego. É o que afirma o professor da UFSJ, Marcelo Araújo. “Tudo que possa se tornar uma profissão está tendo muita procura pela comunidade”, completa.

Para o produtor rural José Domingos, mais conhecido como Pingo, a oficina de produtos orgânicos despertou nele o interesse de investir em hortas, para além do plantio e do consumo em família. “Nasci na roça e sempre mexi com a terra, mas nunca pensei que poderia ganhar dinheiro com isso, relata 

A palestra sobre prevenção de câncer de colo de útero e de mama, em Mimoso do Sul, foi destinada a mulheres que atuam como agentes de saúde. O intuito foi permitir que elas repassem as informações obtidas sobre prevenção das doenças nas futuras visitas às comunidades.

O coordenador da equipe da Universidade Estadual de Minas Gerais, Itamar Faria, comemora o resultado dos primeiros dias da Operação Itapemirim que promoveu cerca de 30 atividades em Mimoso do Sul. “A procura está muito grande. As salas estão lotadas e estamos conseguindo mobilizar as lideranças locais”, avalia.

Em Mimoso do Sul, as atividades estão sendo realizadas pelo Centro Universitário Internacional (Uninter), do Paraná, e pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Os rondonistas, que atuam em Muqui, são da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ).

Texto: Thanile Ratti

Foto: André da Luz

Fonte: Com Soc UEPG

Compartilhe Imprimir

RONDON

Ministério da Defesa - Esplanada dos Ministérios
Bloco Q - Cep: 70.049-900 - Brasília/DF

Fale Conosco

MINISTÉRIO DA DEFESA