17/07/2018

Ações marcam última semana de rondonistas

A última semana da Operação Pantanal reserva muitas ações nos 13 municípios do Mato Grosso do Sul contemplados pelo Projeto Rondon. Até sexta-feira, 20 de julho, os 251 rondonistas realizarão várias atividades voltadas para capacitar e incentivar os agentes multiplicadores das comunidades a transformarem suas cidades. No sábado, 21 de julho, acadêmicos e professores participarão de uma cerimônia de encerramento.

Na primeira semana da Operação Pantanal, muitas atividades aconteceram. Em Bodoquena, os acadêmicos e professores da Universidade Federal São João Del-Rei (UFSJ) e do Intituto Federal do Paraná (IFPR) – Campus de Palmas, desenvolveram ações na praça central da cidade. Para educadores da rede municipal de Bodoquena, foi realizado o Fórum da Educação. Após o fórum, uma Feira da Saúde foi preparada para a comunidade. Entre os temas abordados esteve violência doméstica. Os moradores também puderam medir a aferição arterial e realizar outros exames.

Em Rio Verde de Mato Grosso, os rondonistas da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e da Universidade de Passo Fundo (UPF) realizaram atividades na Zona Rural do município. As atividades da UFES aconteceram no Assentamento Matadeira. Um bate-papo sobre ‘Uso consciente de medicamentos’ foi realizado com moradores da comunidade, que puderam compartilhar experiências. Já os acadêmicos e professores da UPF desenvolveram oficinas sobre Agronegócio. Uma das atividades foi para ajudar os moradores do Assentamento Agriverde a melhorarem a qualidade da água. “Apresentamos para eles o clorador, que é algo para colocar cloro na água para melhorar sua qualidade, pois, geralmente, os moradores pensam que a água do poço é sempre potável para tomar”, explicou a acadêmica da UPF Thanise Teston Paganini.

No domingo, 15, o Conjunto C da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), responsável pela cobertura da Operação Pantanal, acompanhou as ações da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Utfpr) na cidade de Bandeirantes. Acadêmicos e professores aproveitaram o dia para planejarem o cronograma de atividades que guiarão as ações até o dia 20. A Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Universidade de Caxias do Sul (UCS) também aproveitaram para organizar-se.

Em Dois Irmãos do Buriti, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) – Campus Toledo) e Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai (IDEAU) realizam várias oficinas para a população. Para abrir a manhã de atividades, um grupo de ballet apresentou-se para a comunidade. Ensaiadas pela professora de ballet, Daniella Paula de Oliveira, acadêmica da IDEAU, as meninas – que nunca dançaram ballet antes – apresentaram uma coreografia.  Além da apresentação, foram realizadas oficinas no Salão Paroquial e no Sindicato Rural de Dois Irmãos do Buriti. Professores, pais e a comunidade foram o foco das atividades. 

Já em Terenos, as atividades foram desenvolvidas no Assentamento Patagônia. A Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ) e Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS) realizaram oficinas para ensinar aos moradores a como fazer iogurte, também tiveram oficinas na área da saúde e direito. Os alunos disseram estar contentes e realizados em viver a experiência.

Na sexta-feira, 20, os rondonistas se despedem das cidades em que realizam as ações da Operação Pantanal para o encerramento das atividades. Eles serão recepcionados no 20° Regimento de Cavalaria Blindado em Campo Grande. A cerimônia de encerramento será realizada no sábado. No domingo, 22, cada IES retorna para sua cidade de origem com todo o aprendizado e transformação proporcionados pelo Projeto Rondon. 

 

 

 

Texto: Juny Hugen 

Foto: Gabriel Quintino e Thais Joris

 

Conj. C Univali

Fonte: Coordenação-Geral do Projeto Rondon

Compartilhe Imprimir

RONDON

Ministério da Defesa - Esplanada dos Ministérios
Bloco Q - Cep: 70.049-900 - Brasília/DF

Fale Conosco

MINISTÉRIO DA DEFESA