01/03/2019

Boletim Rondon 17

26/02/2019 | UNIVALI| Univali seleciona acadêmicos para Operação Vale do Acre do Projeto Rondon
Interessados devem efetuar inscrição entre os dias 1º e 7 de março

LINK para matéria completa: https://www.univali.br/noticias/Paginas/univali-seleciona-academicos-para-operacao-vale-do-acre-do-projeto-rondon.aspx

2017-07-31-Exposição Imensidão - Projeto Rondon.jpg

Itajaí - A Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) recebe, entre os dias 1º e 7 de março, as inscrições dos acadêmicos interessados em concorrer ao processo seletivo para participarem da Operação Vale do Acre, do Projeto Rondon, do Ministério da Defesa. Nesta operação, que ocorre entre os dias 5 e 21 de julho deste ano, a Univali desenvolverá atividades relacionadas ao Conjunto A (Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde).

Os candidatos interessados devem preencher o formulário de inscrição e enviá-lo de forma eletrônica ao e-mail voluntarios@univali.br. Podem concorrer acadêmicos de qualquer um dos cursos de graduação; que estejam em boas condições de saúde e cursando a segunda metade do curso, com disponibilidade de horário para participarem de reuniões de planejamento e do período de viagem da operação. Alunos selecionados em operações anteriores do Projeto Rondon não podem participar.

As etapas de seleção contemplam análise dos formulários de inscrição; reunião geral com os candidatos pré-selecionados; oficina para análise das competências técnicas e de relacionamento interpessoal; análise do currículo e histórico escolar; e entrevista com os professores da Univali que atuarão no projeto.

O formulário de inscrição e demais detalhes da seleção estão previstos no edital disponível em www.univali.br/editais. Oito alunos serão classificados como titulares e dois como suplentes. A divulgação do resultado final será dia 16 de abril, por meio de edital de classificação veiculado no site da Univali e exposto no mural da Gerência de Extensão e Cultura, no bloco B3, do Campus Itajaí.


26/02/2019 | FE| FFCL abre edital para selecionar alunos para o Projeto Rondon

LINK para matéria completa: https://www.feituverava.com.br/pesquisa-e-extensao/535-ffcl-abre-edital-para-selecionar-alunos-para-o-projeto-rondon

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo de alunos para participarem do Projeto Rondon. As inscrições devem ser feitas pelo link (https://goo.gl/i42KPs) até o dia 12 de março.

São requisitos para inscrição:

• Estar regularmente matriculados em qualquer curso de graduação da FFCL.
• Cursar a segunda metade do curso de graduação da FFCL.
• Ter disponibilidade para viajar para o Estado do Acre de 05 a 21 de julho de 2019.
• Estar em boas condições de saúde

O Projeto Rondon é organizado pelo Ministério da Defesa que seleciona os melhores projetos de Instituições de Ensino Superior de todo o país com o objetivo de realizar ações para o desenvolvimento sustentável de cidades carentes, além de proporcionar experiências de cidadania do estudante universitário.

Pelo segundo ano consecutivo a FFCL é selecionada no Projeto Rondon e participará da Operação Vale do Acre que ocorrerá em 12 cidade do interior do Estado do Acre entre os dias 05 e 21 de julho de 2019.

 


27/02/2019 | UNIVALI| Rondonistas relatam experiência na Operação Parnaíba

LINK para matéria completa: https://www.univali.br/noticias/Paginas/rondonistas-relatam-experiencia-na-operacao-paranaiba.aspx?fbclid=IwAR0ePfxKP5-HeIp2rcFVgZ4n637O9DiqDWLL1G1xDAPK898gNglYulvOU1M

2019-02-27 - Projeto Rondon ComSoc.jpg

Foram dezoito dias intensos de trabalho, poucas horas dormidas e aprendizado contínuo. Esses relatos repetem-se na fala dos 11 voluntários da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) que participaram do Conjunto C - responsável pela cobertura e divulgação das atividades –, na Operação Parnaíba do Projeto Rondon, que ocorreu em 15 municípios do Piauí, entre os dias 19 de janeiro e 2 de fevereiro. 

O grupo da Univali esteve representado por acadêmicos e professores dos cursos de Comunicação. Thaynan Letícia Otávio, estudante de Relações Públicas, afirma que integrar o Projeto Rondon foi algo indescritível: “Só realmente vivendo para entender. Nós seremos, com certeza, pessoas melhores e mais humanas depois disso, até pela integração das áreas de comunicação que o nosso grupo desenvolveu, entendendo a importância de cada um para que tudo funcionasse perfeitamente”.

Dales Hoeckesfeld, acadêmico de Fotografia, diz ter voltado da Operação Parnaíba renovado, conhecendo melhor os seus próprios limites e potenciais. “A gente dormia pouco, mas já acordava com vontade, com desejo de fazer a diferença e dar o melhor de si. Lá, você produz, compartilha e vê as respostas das pessoas de forma imediata. Foi uma lição de vida e de cidadania”, revela.

Para o professor Felipe Colvara, que atuou como coordenador da equipe multidisciplinar, o Rondon foi uma experiência diferente, pois além de permitir a imersão com o clima, cultura e costumes do Piauí, propiciou vivenciar a rotina de um Batalhão Militar. Ele também comenta que a participação estimulou ainda mais o seu espírito voluntário e aventureiro, e o seu interesse por conhecer as realidades sociais do Brasil. “O contato com diversas instituições de ensino do Brasil proporcionou um intercâmbio de informações. Além disso, o fato de ter como cliente o Ministério da Defesa, com suas diretrizes e normas nos processos de gestão e aprovação dos materiais, trouxe aprendizado sobre o gerenciamento de mídias sociais de abrangência nacional”, defende.

Já a professora Cynthia Hansen explica que o trabalho foi intenso desde os preparativos para a operação, com o processo seletivo e as reuniões de planejamento. Esta foi a segunda operação do Projeto Rondon que ela integrou. Cynthia pontua que os acadêmicos participantes são pessoas com profundo interesse em fazer algo bom e com alta capacidade técnica. Segundo a docente, o trabalho do Conjunto C é complexo e vai desde a concepção, o planejamento, a parte prática e a interação com os públicos. “Foi extremamente enriquecedor. Temos a oportunidade de ver na prática o que apresentamos aos alunos em sala de aula. Do ponto de vista pessoal, para mim é um grande exercício de humanidade, nem sei dizer o quanto é impactante. Tenho muito orgulho do trabalho que a Univali tem feito no Projeto Rondon”, opina.

 

 

27/02/2019 | UNIVALI| Inscrições para o Projeto Rodon 2019, com destino ao Piauí, estão abertas

LINK para matéria completa: http://www.pucrs.br/blog/inscricoes-para-o-projeto-rodon-2019-com-destino-ao-piaui-estao-abertas/

Arte com fundo amarelo, mapa do Brasil e logotipo do Projeto Rondon

Se você participa de algum curso de Graduação da PUCRS e deseja viver uma experiência transformadora, do tamanho do Brasil, o Projeto Rondon é uma oportunidade única e especial. A ação interministerial do Governo Federal, realizada em coordenação com os governos Estadual e Municipal, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, tem como objetivo somar esforços com as lideranças comunitárias e com a população, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania. Em 2019, ocorre a Operação João de Barro, no mês de julho, em dez cidades do estado do Piauí. As inscrições para o processo seletivo estão abertas em www.pucrs.br/projetorondon, até 18 de março.

Perfil dos rondonistas

Estudantes da PUCRS de qualquer de Graduação podem participar da seleção. Entre as qualidades mais importantes do perfil de um rondonista estão: vontade de aprender, disposição para trabalhar em equipe, dinâmica, pró-atividade, solidariedade, engajamento e disponibilidade. Ao final do processo, a equipe da Universidade é composta por dois professores e oito estudantes. O grupo se prepara para a imersão no destino e embarca para a viagem, com duração de 15 dias. Para conhecer todos os detalhes, acesse o site.

 

 

01/03/2019 | MEIO NORTE| Projeto Rondon será executado em Dom Expedito Lopes-PI

LINK para matéria completa: http://www.meionorte.com/pi/cidades/dom-expedito-lopes/projeto-rondon-sera-executado-em-dom-expedito-lopes-pi-323466

Projeto Rondon será executado em Dom Expedito Lopes-PI

PROJETO RONDON SERÁ EXECUTADO NO MUNICÍPIO DE DOM EXPEDITO LOPES-PI ATRAVÉS DE PARCERIA FIRMADA ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E O EXÉRCITO BRASILEIRO 

Em nota a nossa redação, o então Secretário Municipal de Educação, o Sr. Edson Carlos de Sousa Leal, afirmou que o município de Dom Expedito Lopes-PI, receberá brevemente, mais especificamente durante o mês de julho do ano de 2019 profissionais pesquisadores da área de educação para desenvolverem no município o Projeto Rondon através de termo de adesão assinado durante o ano de 2018 pelo Sr. Prefeito Municipal Valmir Barbosa de Araújo em solenidade realizada no auditório do 3°. BEC em Picos-PI.

Estarão vindo ao município, os pesquisadores Luiz Takase (Universidade de São Carlos-SP) e Ana Ribeiro (PUC-Rio), ambos estarão trabalhando com uma equipe de alunos na execução do Projeto Randon a partir do mês de julho de 2019.

Serão trabalhadas diversas oficinas e atividades visando a área de Educação.

Os pesquisadores terão como missão coordenar as diversas oficinas e terão como objetivo principal criar agentes multiplicadores, para que estes disseminem os conhecimentos adquiridos para outras pessoas da comunidade.

A chegada dos pesquisadores até o município está prevista a partir do dia 07 de abril do corrente ano a fim de apresentarem as suas propostas de trabalho.

Dentre as oficinas e atividades que serão trabalhadas estão:

1 - Educação Ambiental e social - Capacitar professores para que possam
desenvolver atividades de Educação Ambiental em espaços formais de
educação contribuindo para a formação de cidadãos conscientes e aptos
para decidirem e atuarem na gestão da realidade sócio-ambiental de modo
comprometido com a vida, com o bem estar de cada um e da sociedade como todo.

2 - Mediação de conflitos na escola - Mediar conflitos dos alunos
dentro e fora do ambiente escolar, pautados em: autoconhecimento,
autoestima, capacidade de lidar com sentimentos e emoções, empatia,
respeito, confiança, apreço pela diversidade, tomada de decisões,
comunicação assertiva (não violenta), cooperação e colaboração
pensamento crítico e criativo e resolução de conflitos.

3 - Educação Financeira - Ensinar a educação financeira através de
princípios básicos da economia doméstica, utilizando as quatro operações
matemáticas a fim de mostrar a população local que é possível distribuir
a renda da família de modo que não falte o necessário a cada um dos
membros da mesma composição.
Auxiliar os pequenos comerciantes a terem um maior controle dos seus
gastos e rendimentos em torno dos seus comércios.

“Precisamos melhorar cada vez mais a educação Dom Expedito Lopense, e o Projeto Rondon virá como elemento transformador da realidade da população carente e vulnerável da região, pois trará o conhecimento da Universidade à realidade atual vivenciada pelos brasileiros”, afirma o secretário Edson Carlos.


Fonte: Coordenação de Comunicação Social do Projeto Rondon

Compartilhe Imprimir

RONDON

Ministério da Defesa - Esplanada dos Ministérios
Bloco Q - Cep: 70.049-900 - Brasília/DF

Fale Conosco

MINISTÉRIO DA DEFESA