13/07/2019

Operação Vale do Acre leva conhecimentos em saúde e agricultura para Acrelândia e Plácido de Castro

Operação Vale do Acre leva conhecimentos em saúde e agricultura para Acrelândia e Plácido de Castro

Os rondonistas também realizaram ações com foco na saúde dos idosos e na valorização da cultura regional

 

A Operação Vale do Acre do Projeto Rondon chega ao quinto dia de atividades nesta sexta-feira (12) e já deixa resultados permanentes para a população. Estudantes de Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e particulares de dez estados e do Distrito Federal realizam atividades em doze municípios do Acre, ensinando e aprendendo com os moradores do interior do estado.

Na quarta-feira (10), Acrelândia recebeu palestra com nome conhecido entre os moradores, Mapinguari: Oficina de sistemas orgânicos. A atividade, com foco a fabricação de inseticidas naturais para substituição do uso de agrotóxicos, trouxe no título a lenda do "bicho papão" do município. A criatura lendária se alimenta de pessoas que praticam ações contra a preservação do meio ambiente.

Além disso, os rondonistas da Universidade José do Rosário Vellano - campus Alfenas (Unifenas) e da Universidade São Francisco (USF) começaram a construir uma horta comunitária em um terreno cedido pela prefeitura do município. A proposta é que os moradores da cidade troquem materiais recicláveis por leguminosas e verduras cultivadas no local. 

 Espaço onde os rondonistas começaram a horta comunitária.

 

Ação para todas as idades 

Outro público das atividades em Acrelândia foi os idosos. A estudante de medicina da USF, Marina Nobre, ministrou a oficina Corpo e Mente Saudável com moradores da terceira idade. “O principal objetivo era relembrar as memórias, as lembranças da infância para trazer um pouco dessa alegria tão genuína para todos. Foi lindo de se ver, muitos lembraram das tardes nas casas dos avós, das brincadeiras de criança, das árvores que subiam para pegar frutos”, afirmou a estudante. Para ela, foi um dos melhores dias do Projeto Rondon: "a equipe conseguiu ajudar os idosos a ter mente e corpo saudável e ver o sorriso e a emoção nos rostos deles", complementou.

Oficina Corpo e Mente Saudável realizada em Acrelândia.

No distrito de Campinas, em Plácido de Castro, os rondonistas do Centro Universitário Lusíada (Unilus) organizaram a oficina Primeiros socorros, para capacitar a população em técnicas emergenciais básicas a serem tomadas em casos de afogamento, engasgo, queimadura e parada cardíaca. A designer de sobrancelha Janaína de Oliveira Silva, moradora de Plácido de Castro, destacou a importância do aprendizado para o seu cotidiano. “Aqui na minha cidade já aconteceram muitos casos de afogamento. Saber disso, como ajudar, é muito importante e pode salvar vidas”.

Outra atividade, dessa vez realizada pelos estudantes do Centro Universitário São João Batista de La Salle (Unilasalle), capacitou jovens e mulheres para produzirem cosméticos e produtos de limpeza doméstica naturais.

 

Valorização da Cultura Regional

As oficinas de teatro realizadas com os moradores da cidade foram momentos lúdicos e de valorização da cultura regional. A interpretação de músicas e danças populares foram compartilhadas tanto pelos estudantes como pelos habitantes do Distrito. A animação também contagiou as atividades de gastronomia, com a preparação de receitas típicas acreanas.

Outros municípios que participam do projeto também receberam uma variedade de oficinas divididas em dois conjuntos: o A, que envolve temas sobre cultura, direitos humanos, justiça, educação e saúde; e o B, com ações relacionadas à comunicação, ao meio ambiente, à tecnologia, à produção e ao trabalho.

 

 

 


Fonte: Equipe de Comunicação da Universidade de Brasília

Compartilhe Imprimir

RONDON

Ministério da Defesa - Esplanada dos Ministérios
Bloco Q - Cep: 70.049-900 - Brasília/DF

Fale Conosco

MINISTÉRIO DA DEFESA