19/01/2020

Cerca de 250 Rondonistas iniciam os trabalhos da Operação Yaguaru

Projeto Rondon promove ações de desenvolvimento em comunidades de 12 municípios da Região Oeste do Paraná.

      

A Operação Yaguaru, primeira ação do Projeto Rondon em 2020, teve início no dia 16 de janeiro, em Cascavel, na Região Oeste do Paraná. Mais de 250 voluntários, entre professores e alunos, de diferentes Instituições de Ensino Superior do Estado foram recebidos no 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado.

Logo no primeiro dia, após a acomodação nos alojamentos, os Rondonistas foram recepcionados com a tradicional Formatura Militar – comandada pelo coordenador-geral do Projeto Rondon, vice-almirante Barros Coutinho. Após a solenidade cívica houve a participação da fanfarra militar integrando os voluntários e oficiais – que tocaram diversas músicas populares conhecidas entre os jovens universitários.

Cerimônia de abertura

O início dos trabalhos da Operação Yaguaru foi oficializado com a Cerimônia de Abertura na manhã da última sexta (17). O evento, além de expor as responsabilidades de cada instituição das Forças Armadas, também teve como propósito orientar os Rondonistas sobre as principais características do Projeto Rondon, apresentando o histórico de atuação e reforçando a promoção da cidadania.

Barros Coutinho, acompanhado da presença do vice-governador do Paraná, Darci Piana, e do superintendente-geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, deu início à solenidade enaltecendo a empolgação e brilho nos olhos dos jovens universitários. "Vocês estão doando o que mais têm de precioso, que é o tempo em prol de construir nas comunidades, o enriquecimento educacional”.

O vice-governador prosseguiu relembrando sobre a oportunidade de ser selecionado para o primeiro grupo de rondonistas, mesmo não podendo participar, em 1967. “É um projeto extraordinário, sendo um aprendizado duplo, daquilo que os voluntários vão conseguir assimilar e daquilo que vão conseguir transmitir para aqueles que precisam”.

No período da tarde, os voluntários fizeram a foto oficial do projeto e participaram de oficinas com os Oficiais do Batalhão, contribuindo ainda mais com a integração ao Projeto.

A missão

Anahy, Braganey, Céu Azul, Dimante D’Oeste, Iracema do Oeste, Jesuítas, Lindoeste, Santa Lúcia, São Pedro do Iguaçú, Tupãssi e Vera Cruz do Oeste compõem os 12 municípios que recebem as oficinas oferecidas por 16 Instituições de Ensino Superior. Cada cidade recebe dois grupos voluntários,

As ações pensadas pelos Rondonistas, executadas entre os dias 19 e 30 de janeiro, promoverão cultura, diretos humanos, educação, saúde, trabalho e meio ambiente.

No dia 31 a Operação Yaguaru se encerra com o retorno das equipes para Cascavel e a oportunidade de trocar experiências adquiridas durante o período de atividades.

Yaguaru

A operação se intitula Yaguaru devido a uma lenda indígena de um bicho que tinha uma mistura de Jaguar e Peixe, que significa na linguagem tupi-guarani “bicho horripilante”. O apelido então surgiu quando 33° Batalhão de Infantaria Mecanizado, se instalou na região de Jaguarão do Rio Grande do Sul em 1970, levando este título por causa do mito, o batalhão acabou sendo batizado por esta alcunha. Em 1980, a base militar foi transferida para Cascavel-Pr.

 

Texto: David Arão

Foto: Fábio Muniz

Fonte: Comunicação Social Universidade Positivo

Compartilhe Imprimir

RONDON

Ministério da Defesa - Esplanada dos Ministérios
Bloco Q - Cep: 70.049-900 - Brasília/DF

Fale Conosco

MINISTÉRIO DA DEFESA